14 Jun

RIO DE JANEIRO, BRASIL – Semana passada eu escrevi sobre o filme “Lixo Extraordinário”, um documentário sobre um projeto social no Rio de Janeiro encabeçado pelo artista brasileiro Vik Muniz.

Dessa vez Vik Muniz escolheu não outro que o Vidigal para seu mais novo projeto social.Ele tem andado bem ocupado com a construção do seu novo complexo-estúdio que fica no alto da favela, com uma vista maravilhosa, é claro.

Vidigal-Sunrise-Rio-de-Janeiro-Brazil-13-Feb-12-SM-1024x434

“A Vista”: Vidigal Sunrise

Ter “A Vista” é um requisito principal para a maior parte dos novos moradores do Rio, principalmente nos dias atuais em que aqueles com um bom fluxo capital conforme eles investem na nova onda da gentrificação da favela. Contrario ao fato que tradicionalmente os mais pobres moravam no alto, já que eles teriam menos acesso a privilégios, uma infra-estrutura mais pobre e a enorme obrigação de ter que subir toda a ladeira para chegar em casa (Todos nós gostamos de morar em um nível mais alto, eu inclusive, antes mesmo dessa nova motivação com vistas inspiradoras que ganham da comodidade de viver mais abaixo no morro.)

Vik-Muniz-2B-277x300

Vik Muniz

Os residentes do morro têm ficado divididos em relação ao novo clã que se estabeleceu no Vidigal. Alguns estão se perguntando que planos Vik tem em sua “manga”; outros estão preocupados que a construção do seu prédio vai estragar a vista do Arvrão, um ponto no topo do Vidigal, que vem ganhando a reputação invejável de ter a melhor vista do Rio de Janeiro.

Ainda assim, parece que as intenções de Muniz são boas e já tivemos garantias de que o prédio não vai obstruir a vista. Quando estiver pronto, o prédio vai ser a casa de um projeto social para jovens do Vidigal e depois, se tornará a Escola do Vidigal.

Essa escola, parte de uma ONG, vai ser aberta para ajudar crianças e adolescentes, aprendendo sobre a indústria criativa. Muniz está trabalhando em parceria com o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) nos EUA, para trazer a metodologia que inspira os estudantes a pensar além do seu papel como simples consumidores, e ir além, desenvolvendo habilidades de produtores de arte e tecnologias.

Como se o Vidigal ainda não estivesse se tornando mais estranho, rumores apareceram de que o rapper Kanye West quer abrir um estúdio de gravação no Vidigal, como parte do projeto da Escola do Vidigal.

As Vidimaravilhas não param por aí.

De volta ao Vik Muniz. Parece que até mesmo alguns moradores que eram contra a sua mudança para a vizinhança desconfiados de suas intenções e do impacto da construção deu seu prédio, estariam agora mudando de idéia, que agora ele está aqui para trazer algo legal.

Afinal, ele veio e colocou sua criatividade em bom uso a favor de ajudar a comunidade e de combater alguns problemas sociais.

Kanye-West-300x300

Kanye West: “God”, apparently

 

A construção da Escola do Vidigal está para terminar nos próximos meses; o início do projeto deve começar um tempo depois. Mais notícias quando tivermos novas informações. Tem a Copa do Mundo, que é um assunto a se tratar até lá.

(Sarah é uma estudante na Casa do Caminho Language Centre e escritora no blog Encounter Brazil. ‘Hora do Filme: Lixo Extraordinário’, e todas as outras postagens em outros blogs de Sarah são feitas com a autorização do Encounter Brazil.)
(Saiba mais sobre ‘Brazil: o caminho menos conhecido’, deliciosa comida local, cenários de tirar o fôlego, lugares encantadores e uma abundância de eventos e festas… E também algumas das experiências do dia-a-dia da vida de Sarah no Rio de Janeiro.)



Leave a Comment