16 sep

dsc_0894O sol está batendo nas águas azuis enquanto também bate nos corpos das pessoas que passam por mim em suas caminhadas matinais. A música de uma barraca por perto toca e estou tentando não ceder à vontade de beber outra água de coco gelada.

É apenas outro lindo dia andando pelas calçadas da famosa Praia de Ipanema, na Zona Sul do Rio.  dsc_0877Ficar debaixo do sol brasileiro não poderia ficar melhor, então quem em sã consciência gostaria de acabar com isso?

O governo.

O governo, ou a polícia legal, mais uma vez provaram a prevalência do “Que isso?!” no vocabulário brasileiro de todo dia.

dsc_0895Como?

Apenas separando as calçadas das duas praias mais famosas do Rio, Ipanema e Copacabana.

Quando você pensa que pode facilmente trocar de areias entre essas duas praias abençoadas pelos deuses, pense novamente.

Muitos pedestres ficam desapontados quando seus passeios são interrompidos na fronteira entre Ipanema e Copacabana. Ao invés de poderem andar em volta da bela costa rochosa, eles têm que aguentar a poluição e os motoristas de taxi enfurecidos para poder chegar à outra praia.

Até eu tive o infeliz acontecimento de ser um dos pedestres de coração partido que foi tirado do meio de abdomesdsc_0889 esculturais e bicicletas para voltar à selva de pedra da qual pensei ter escapado.

Então a pergunta que fica – por que não há uma calçada na costa entre Ipanema e Copacabana? Talvez não possam mexer com o Forte de Copacabana ou talvez a Pedra do Arpoador dá muitas oportunidades de boas fotos no Instagram para se pensar em passar em volta dela. Qualquer que seja o motivo, e pelo bem da paisagem do turismo do Rio, uma investigação cairia bem!

dsc_0890Seria justo dizer que Ipanema e Copacabana nunca falharam em agradar. Digo, quem nunca ouviu a famosa música de Vinícius de Morais, Garota de Ipanema? Além disso, se olhar para outras praias famosas pelo mundo, vai perceber que muitas são abençoadas com uma calçada costeira em volta dela para moradores e turistas aproveitarem.

A icônica Bondi Beach em Sydney, Austrália, tem sua própria via costeira de quatro quilômetros que se estende por três praias vizinhas no total. Ela provou ser uma queridinha do público pelo turismo e atenção que traz. Então, POR FAVOR, Rio!

Para ficar mais desconcertado, te desafio a pensar em quanto o governo brasileiro gastou com as Olimpíadas este ano. De acordo a Autoridade Pública Olímpica, meros US$7 bilhões foram gastos em estádios olímpicos.

Agora, depois que pegou seu queixo do chão, já pode perguntar aos céus por que o Rio não poderia salvar algunsdsc_0880 reais por uma calçada na beira da praia que faria a todos (especialmente eu) um gringo/carioca muito mais feliz.

De qualquer forma, depois de me corroer e me atormentar com isso para ter repostas, finalmente consegui uma.

Além da Polícia Militar ter controle sob a área do Arpoador e do Forte de Copacabana, o governo explica bem simplesmente:

dsc_0885“A área de proteção ambiental (APA) dos promontórios de Copacabana e Arpoador foi criada pela lei municipal para proteger sua costa rochosa e a vida das plantas nativas. A APA tem o Forte de Copacabana e o Parque Garota de Ipanema como fronteiras.”

Então aí está. Parece que teremos que escrever uma carta ao governo ou dar um “jeitinho”. De qualquer forma, há sempre questões mais importantes para se preocupar, então não vamos nos deixar levar tanto assim.

Mas um último POR FAVOR não faz mal à ninguém.dsc_0881

Se quiser conhecer a Zona Sul do Rio de uma maneira mais interativa, porque não conhece os programas de língua portuguesa no Caminhos Language Centre.

Mais informações disponíveis em: caminhoslanguages.com