31 Jul

Por James Alonzo

Uma mudança de vida. Esta é a melhor maneira de descrever minha experiência de estágio no Mais Caminhos.

Um dos meus requisitos como um estudante de pós-graduação em Administração Pública na Universidade do Havaí era fazer um estágio em uma agência governamental ou em uma organização sem fins lucrativos. Uma vez que trabalhar para uma ONG era um sonho meu, não pensei duas vezes fazer essa escolha. Da mesma forma, como sempre soube que o Brasil tem um enorme problema com pobreza, como se mostra na prevalência das favelas, e devido ao fato de eu sempre sonhar em aprender mais sobre sua cultura, procurei imediatamente uma organização que eu pudesse ajuda nesta parte do mundo. Mais Caminhos, sendo uma das organizações mais populares e respeitáveis no Rio de Janeiro, que ajuda o voluntariado no Rio e no Brasil, estava no topo da minha lista.

Quando fiz minha entrevista do Havaí com as pessoas dentro da organização, definitivamente me senti em casa e construí um relacionamento imediato com eles. Eles são pessoas realmente agradáveis que têm vontade de ajudar as crianças necessitadas e as comunidades do Rio de Janeiro que mais precisam de ajuda. Fiquei muito curioso como uma organização que tem uma empresa de educação de língua portuguesa para estrangeiros podia ajudas as pessoas das favelas como princípio fundamental. A Caminhos Language Center é definitivamente uma escola de língua portuguesa muito popular no Brasil e aposto que eles fazem bons negócios. Mas antes de ir para o Rio ficava pensando por que eles queriam ajudar os pobres e carentes?

E então eu entendi, depois de semanas imergindo na organização e interagindo com as pessoas que trabalham lá, que há mais na vida do que apenas fazer bons negócios. Trata-se de construir uma sociedade justa para a próxima geração de jovens brasileiros, dando-lhes a oportunidade de aprender, ser ensinado com bons valores para que possam desfrutar sua infância – longe do ambiente hostil e caótico que vivem nas favelas. Em todas as atividades que participei através do Programa de Educação Complementar da organização, vi a forma como crianças como Thiago e Kaylane ficam felizes sempre que são elogiadas das boas que fizeram. Eu também vi como as crianças adoram quando podem se expressar através da arte e da dança, especialmente com a maravilhosa apresentação cultural que fizeram na Festa Junina. Eu também vi o quão livre de espírito eles são todas as vezes que fomos à praia em Copacabana, enquanto nadavam com indiferença nas lindas águas das praias do Rio e jogavam futebol como se não houvesse amanhã.

Eu também vi o quão positivas essas crianças podem ser sobre ter um bom futuro à frente delas, apesar do presente muito intenso que atualmente vivem. Eu vi o quão grata essas crianças podem ser e quanto elas aproveitam ao máximo as oportunidades que lhes são dadas, se apenas receberem as oportunidades certas. Durante a minha estadia na organização, enviamos seis crianças das favelas à Polônia para participar do evento anual Brave Kids. Eu vi o trabalho duro delas para ensaiar sua apresentação cultural tão bem para que pudessem representar o Brasil da melhor forma na Europa. Eu vi o quão animados elas ficavam toda vez que lembravam que seu voo estava ficando mais próximo e quanto orgulho elas tiveram quando apresentaram sua dança na frente de toda a escola.

Me sinto muito abençoado por ter tido a chance de conhecer essas crianças – esses jovens que, no futuro, ajudarão a melhorar as vidas dos seus semelhantes nas favelas. Também me sinto muito agradecido por ter trabalhado com pessoas tão incríveis na Caminhos Language Center e no Mais Caminhos. Nós nos divertimos muito trabalhando juntos. No entanto, o que é mais inspirador é o fato de que eles dedicam todo o seu tempo e talento para fazer ondas de mudança na sociedade brasileira – uma criança de cada vez.

Definitivamente, trabalhar para o Mais Caminhos mudou minha vida. Você também quer fazer a diferença? Seja voluntário do Mais Caminhos. Tenho certeza de que você fará a diferença e sua vida também mudará no processo – para a melhor.

Estude português no Brasil com a Caminhos Language Centre, a melhor escola de português no Rio.



Leave a Comment