13 Out

O Rio de Janeiro é uma das cidades mais caras do Brasil. O custo para se morar ou apenas se passear na cidade é muito alto, por isso, fazer um programa em um fim de semana pode tirar muito dinheiro do seu bolso.

O Rio de Janeiro tem várias praias lindas de água azul para se passar o dia, mas se o conforto da areia e o sol forte não estão nos seus planos por agora, resolvemos dar dicas de outros programas baratos (e gratuitos!) para se fazer na cidade maravilhosa.

1. Pedalar pela Zona Sul

A orla do Rio de Janeiro é linda e bem extensa. De bicicleta (ou até mesmo a pé, se você tiver disposição) é possível passar por diversos bairros cariocas enquanto aproveita a vista fascinante. Da Glória ao Leblon, por exemplo, você pode pedalar por 15km passando por 7 bairros e diversos outros pontos conhecidos no Rio. Poderá ter uma vista incrível do Pão de Açúcar, da Pedra da Gávea e do Morro Dois Irmãos, além de ter diversas opções ao seu alcance para fazer um lanche ou parar para um bom descanso. Se 15km for muito para você, pode começar seu trajeto em qualquer ponto que lhe agrade, já que há postos de aluguel de bicicletas do Bike Rio espalhados por toda cidade do Rio de Janeiro.Outra opção é seguir de bicicleta em volta da Lagoa Rodrigo de Freitas, que tem uma ciclovia de 7,5km e oferece um passeio muito agradável.Para o uso diário da bicicleta pelo Bike Rio, o valor é de R$5,00, mas você também pode optar pelo passe mensal por apenas R$10,00. São centenas de estações de alugueis de bicicleta na cidade, que funcionam entre 6h e 0h. Para mais informações sobre o Bike Rio, acesse http://www.mobilicidade.com.br/bikerio.asp.

2. Visitar o Mirante da Paz, em Cantagalo

learn-portuguese-in-rio-de-janeiro-3Na saída C do Metrô General Osório em Ipanema (Rua Barão da Torre) é possível acessar o Mirante da Paz. De lá, é possível ter uma visão de Ipanema, Copacabana, Lagoa, Corcovado e de onde mais sua vista conseguir alcançar. A visita é completamente gratuita.

3. Feira do Lavradio

A Feira do Lavradio acontece todo primeiro sábado de cada mês, a partir das 10h, na Rua do Lavradio, Centro. Lá se reúnem cerca de 400 expositores que vendem artigos de decoração, roupas, acessórios e muitos objetos de antiguidade. Além da Feira, na rua você encontra muitas lojas e restaurantes – é um bom passeio para o dia todo. Os expositores também costumam promover apresentações musicais, exposições de fotografias e shows de dança.O acesso é gratuito, mas é claro que você não vai aguentar não fazer uma comprinha…

4. Forte de Copacabana

Além de ter uma vista sensacional, visitar o Forte de Copacabana também é uma ótima pedida para quem gosta de visitar museus e conhecer um pouco de história. No Museu Histórico do Exército, há uma exposição permanente que conta a história do Brasil com documentos e objetos ligados à história dos militares e também há outras salas com acervos de objetos originais da época da colonização. Além disso, há outras atividades disponíveis dentro do Forte, como visita a uma réplica da Igreja de Nossa Senhora de Copacabana que existia no local antigamente; programações culturais; e exposições temporárias que mudam de acordo com a época do ano. Na área externa você encontra lojas, cafés e banheiros e, inclusive, uma filial da famosa Confeitaria Colombo – a tradicional confeitaria do Centro do Rio – que oferece um vasto menu de delícias para o café da manhã ou da tarde.Valor da entrada: R$6,00 (crianças, idosos e estudantes pagam R$3,00).

learn-portuguese-in-rio-de-janeiro-55. Parque Lage

Localizado no Jardim Botânico, o Parque Henrique Lage é um parque de 52 hectares fundado em 1811 e escolha certa para passeios nos fins de semana. Dentro de sua área, há atividades para todas as idades, incluindo um parque infantil, trilhas – que levam ao Cristo Redentor –, um chafariz, aquário, áreas para piquenique e descanso e estacionamento. O acesso ao parque é gratuito.Dentro do parque também funciona a Escola de Artes Visuais do Parque Lage, que desde 1975 ocupa o palácio principal e onde há exposições de alunos abertas ao público.

6. Pista Cláudio Coutinho

Para quem gosta de caminhada, a Pista Cláudio Coutinho, na Urca, é o lugar ideal. Rodeado por uma linda paisagem com vista para o Pão de Açúcar e a charmosa Praia Vermelha, a pista tem 1,25km de extensão e recebe muitos atletas que gostam de praticar corrida. Além disso, é por lá que se encontra o acesso a uma trilha de 40 minutos para o Morro da Urca, de onde é possível ter uma vista privilegiada de todo o Rio de Janeiro.O passeio é gratuito, assim como a entrada no Morro da Urca. Caso os visitantes decidam pegar o learn-portuguese-in-rio-de-janeiro-2bondinho para subir até o Morro do Pão de Açúcar, podem pagar uma taxa de R$40 (estudantes, idosos e crianças pagam R$20,00) para complementar o passeio, mas a subida é opcional.A Pista Cláudio Coutinho fica aberta diariamente, das 6h às 18h.

7. Lapa

A Lapa é um bairro  Zona Central do município do Rio de Janeiro. Possui uma grande variedade de bares, restaurantes, boates e pubs temáticos, que atendem a todos os gostos ao longo de suas treze ruas. É conhecido como o berço da boemia carioca. Também é famosa pela arquitetura, a começar pelo Aqueduto da Carioca (Arcos da Lapa), sua principal referência e cartão-postal.A noite na Lapa é lugar para qualquer tribo, lá se encontra música e gastronomia para todo tipo de gosto. E, se você preferir, pode apenas ficar nas calçadas, bebendo sua própria cerveja e aproveitando a música que estiver tocando mais perto. As calçadas da Lapa costumam ficar cheias de amigos conversando, você não precisa sentar num bar ou em um restaurante para isso.Pergunte a qualquer carioca: a Lapa é o ponto certo para sair a noite, não importa qual seja seu interesse – ouvir música, dançar ou passar um tempo com amigos.

8. Samba do Ouvidor

Atividade gratuita para quem gosta de samba, o Samba do Ouvidor é uma roda de samba que acontece na esquina da Rua do Ouvidor e da Rua do Mercado. Acontece de 15 em 15 dias, aos sábados, das 17h ás 22h e costuma reunir centenas de pessoas. Para conferir a programação, acesse o blog http://sambadaouvidor.blogspot.com.br/.

9. Centro Cultural Banco do Brasil

O CCBB RJ possui 15.046 m² com espaços diversos para diferentes atrações culturais, como música, teatro, cinema e exposições. Além disso, tem uma biblioteca e uma videoteca, além de abrigar o Arquivo Histórico e o Museu Banco do Brasil. O acesso é gratuito para exposições e programas educativos, com senhas distribuídas 1h antes dos eventos.Endereço: Rua Primeiro de Março, 66 – Centro.

learn-portuguese-in-rio-de-janeiro-110. Museu do Amanhã

O Museu do Amanhã é um museu de ciências – Um espaço voltado para assuntos de sustentabilidade e convivência, que explora as profundas transformações em que vivemos e os possíveis caminhos para os próximos 50 anos. O Museu abre de terça a domingo, com entrada das 10h às 17h. O valor integral do ingresso é de R$10,00, podendo ser adquirido perante agendamento pelo site (https://ingressos.museudoamanha.org.br/#!/home) para evitar filas.O Museu se encontra na Praça Mauá, que depois de 4 anos de revitalização, hoje oferece um espaço público gratuito para passar o dia.

11. Floresta da Tijuca (Parque Nacional da Tijuca)

Localizado no Rio de Janeiro, com acessos pelas Zonas Norte, Sul e Oeste, o Parque Nacional da Tijuca protege a maior floresta urbana do mundo replantada pelo homem, com uma extensão de 3.953ha de Mata Atlântica. Recebe mais de três milhões de visitantes por ano, entre brasileiros e estrangeiros de todas as idades.Dividido em três setores de visitação – Floresta, Serra da Carioca e Pedra Bonita/Pedra da Gávea –, o parque tem opções de programas para todos os públicos: desde áreas para piquenique e churrascos, até voo livre, escalada, trilhas e outras atividades.

12. Bondinho de Santa Teresa

O bonde é um antigo meio de transporte urbano, que está praticamente extinto nos dias de hoje. No Rio, o bonde de Santa Teresa liga o bairro ao Centro da cidade. Além de ser uma atração de passeio na cidade, é também um meio de transporte real para os moradores e para os que querem visitar os pontos turísticos do local. O passeio é agradável e nostálgico, já que passa por muitas construções e vizinhanças antigas. Além disso, quando o bonde passa por cima dos Arcos da Lapa, é possível ter uma vista panorâmica da cidade. De 11h às 16h, durante a operação assistida, não há cobrança de tarifa.O ponto final do bonde fica perto da Estação de Metrô da Carioca.

13. Mercado Municipal do Rio

O Mercado Municipal do Rio de Janeiro, também conhecido como CADEG, conta com uma variedade de serviços e produtos para atender às necessidades do público. Localizado em Benfica, é o melhor lugar para comprar flores, frutas, bebidas, doces, cereais e até roupas. Também oferece serviços como bancos, restaurares, farmácias, papelarias e muito mais. O Mercado Municipal é um grande espaço comercial onde você encontra praticamente de tudo com muita variedade e um preço acessível. O horário de funcionamento depende de cada loja.

14. Escadaria Selarón

learn-portuguese-in-rio-de-janeiro-4A escadaria fica entre a Rua Joaquim Silva, na Lapa, e a Rua Pinto Martins, no bairro de Santa Teresa. Está a apenas 5 minutos a pé dos Arcos da Lapa. A Escadaria, decorada com inúmeros azulejos coloridos, é obra do artista chileno Jorge Selarón e ponto turístico muito conhecido no Rio e visitado por muita gente que gosta de tirar fotos.

15. Parque das Ruínas

É um centro cultural que conta com auditório, sala de exposições e cafeteria, sendo palco também para shows musicais, happy hours e leitura de textos literários. Há um mirante de 360º no topo do antigo casarão com uma vista privilegiada do Rio de Janeiro. Nas áreas ao ar livre há uma programação especial para as crianças nos fins de semana. Funciona de terça-feira a domingo, das 8h às 20h. A entrada é gratuita.

Agora não há desculpa de falta de dinheiro, o destino do passeio dos próximos fins de semana está garantido. Ah, uma dica, leve seu próprio lanche e bebida, desta forma, vai gastar menos ainda. E lembre-se, esta é apenas uma lista curta, você encontra muitas outras atividades de graça – ou bem baratas – no Rio, incluindo museus, parques, atividades culturais e outros eventos, você só precisa pesquisar e perguntar por aí!

S e quer aprender português em um ambiente descontraído no coração de Ipanema, conheça o Caminhos Language Centre em http://caminhoslanguages.com/