Nicky é um aluno da Caminhos Language Centre. Em uma série de posts ele vai descrever sua experiência em suas 16 semanas de curso de Português. Nick é um falante nativo de Inglês, e nunca estudou outra língua antes. Ele vai ficar no Brasil por 6 meses, no Rio de Janeiro principalmente. Acompanhe as aventuras do Nick a cada semana com sua experiência de aprendizado, as atividades da escola, e avida no Rio pela visão de um recém chegado.

Caminhar para a Caminhos Language Centre da estação de metrô, é difícil de imaginar que uma escola seja situada em melhor lugar no Rio de Janeiro. Localizada em uma rua cheia de folhas caídas de suas árvores e em uma área boêmia de Ipanema, bem no meio do azul Oceano Atlântico e a Lagoa da Zona Sul, estava claro para mim que tinha acertado na escolha da escola.

Do momento em que entrei pela porta da Caminhos, me senti bem vindo e amigável para um estudante recém chegado como eu. Fui muito bem recebido na recepção e após confirmar minha inscrição que tinha feito semanas antes, fui encaminhado à minha sala de aula. Não existe estudante ‘certo’ na Caminhos. Estudantes vem de todo o mundo, com diferentes objetivos, idades e experiência com outras línguas. Os meus colegas de classe se encaixam exatamente nessa descrição. Ainda assim, tem uma coisa que nos liga: o desejo de aprender Português. Felizmente o nosso tutor é mais que capaz para isso. Rubinho é um tutor divertido, entusiasmado e empenhado que nos guia sabiamente nessa nossa jornada. A cada dia nós evoluímos a partir do que aprendemos no dia anterior e assim o desafio de aprender um novo idioma vai ficando mais fácil.

Nossa turma no primeiro dia, na primeira semana. Rubinho (com o livro da Caminhos) é mais que capaz para nos ensinar.

Afbeelding2

Em nossa primeira semana, começamos com a fonética do português, o alfabeto e rapidamente mudamos para assuntos mais complexos como formação e estruturas de frases simples, o confuso mundo das preposições, e a explicação mais importante sobre quando usar as variações do verbo ser/estar, entre outros. As aulas e o aprendizado não são somente teóricas, elas são altamente práticas e direcionadas a nos ajudar a conseguirmos nos comunicar. E não é só trabalho, sem diversão, afinal estamos no Rio de Janeiro. Caminhos também é um lugar de fazer novos amigos e socializar. A cada dia da semana tem pelo menos um evento ou atividade organizada pela escola para que os seus estudantes se encontrem, conversem, socializem, e pratiquem Português, claro. De volei na praia a passeios durante a tarde, futebol a aulas de samba, sempre tem alguma coisa a se fazer.

A festa de rua da cachaça oficial da Caminhos:

O evento mais legal da semana foi a Caipisexta. Definitivamente essa festa foi para receber a nova onda de estudantes chegando na escola, mas foi mais que isso: foi um grande encontro da enorme família Caminhos. Na rua, em frente à escola, nós bebemos caipirinhas, escutamos à música brasileira, e podemos nos conhecer melhor – estudantes e funcionários da escola, ex-alunos e voluntários, amigos e familiares.

 Afbeelding1

Isso foi só na primeira semana, mas uma coisa é clara: Caminhos Language Centre é muito mais que uma escola, para muitos é como se fosse uma casa longe da sua própria casa, mas no Rio de Janeiro.